Top 10 piores síndromes do mundo. #5 – Síndrome de Jerusalém.

Penúltimo post do ano minha gente e  hoje falarei sobre a síndrome de Jerusalém, ela lembra um pouco a síndrome de Paris(vou deixar o link lá embaixo caso você não tenha lido sobre essa síndrome), porém com a diferença que essa pode acontecer com qualquer visitante e não só com japoneses.

A síndrome de Jerusalém ocorre nos turistas que vão visitar esse local, considerado,  sagrado e por conta disso é desenvolvido um pensamento obsessivo voltado para temáticas religiosas, esta doença tem a sua base nos delírios e se enquadra dentro das psicoses. O doutor Yair Bar-El, foi o primeiro a identificar essa síndrome. Ele foi diretor do hospital psiquiátrico Kfar Shaul da cidade de Jerusalém e entre os anos de 1979 e 1993 ele examinou 470 turistas e considerou-os temporariamente insanos. Desse total, 66% eram judeus, 33% eram cristãos e 1% não tinha religião definida. Especialistas da área psiquiátrica acreditam que se trata de um transtorno dissociativo histérico, ou seja, a pessoa gera outra personalidade por conta da sobrecarga religiosa que existe no local.

Clinicamente, existem três tipos distintos da síndrome, que são:

  • Tipo I ou síndrome de Jerusalém infligida por uma desordem psicótica prévia: quando afeta indivíduos que já foram previamente afetados com alguma doença psiquiátrica antes de visitarem Jerusalém.
  • Tipo II ou síndrome de Jerusalém superposta e complicada por ideias idiossincráticas: não apresenta necessariamente a forma de um transtorno mental, podendo ser apenas caracterizada por uma obsessão cultural.
  • Tipo III ou síndrome de Jerusalém como uma forma discreta, não composta por transtorno mental preexistente: esta é a forma mais conhecida da síndrome, na qual o indivíduo sempre se apresentou mentalmente equilibrado, até a sua chegada à cidade de Jerusalém. A psicose é caracteriza-se por intensa religiosidade, desaparecendo por completo após alguns que o indivíduo fica afastado da cidade em questão. Dentre as manifestações clínicas estão ansiedade, nervosismo, tensão, desejo de isolar-se, necessidade de apresentar-se limpo e puro, necessidade de declarar salmos ou versículos da bíblia, especialmente em lugares sagrados, bem como participar de procissões ou marchas para locais sagrados de Jerusalém.

 

Referência

Síndrome de Jerusalém. Disponível em: <https://www.infoescola.com/doencas/sindrome-de-jerusalem/&gt;. Acesso em: 30. dez.2017.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s