O que é ideologia de gênero?

Um dos assuntos do momento no Brasil é a ideologia de gênero nas escolas. E observei que as pessoas estão perdidas sobre o assunto, muita gente não sabe o que é, de onde surgiu e etc.. Então, irei comentar sobre esse assunto, trazendo um pouco da história de gênero e como surgiu a ideologia.

Segundo Ferreira(1986), gênero é a “categoria que indica, por meio de desinências, uma
divisão dos nomes baseada em critérios tais como sexo e associações psicológicas” (p.844). As teorias hoje existentes sobre gênero se colocam dentro de duas categorias(principais, pois existem as sexuais). Uma teoria que explica o conceito de forma essencialmente descritiva, sem interpretar e atribuir causalidade.  Neste âmbito estão os estudos recentes do uso do Gênero, que acabaram virando sinônimo de Mulher. Onde se lia antes mulheres, agora leia-se Gênero. Outras teorias explicam o gênero para sugerir que as informações a respeito das mulheres são necessariamente informações sobre os homens, que um implica o estudo do outro. Esse uso insiste na ideia de que o mundo de mulheres faz parte do mundo dos homens, que ele é criado dentro e por esse mundo.  O Gênero seria uma forma de indicar construções sociais. Assim, gênero seria, “segundo esta definição, uma categoria social imposta sobre um corpo sexuado”(Gates, citada por Scott, 1995, p. 75). Usar Gênero assim pressupõe todo um sistema de relações que pode incluir o sexo, mas que não é diretamente determinado pelo sexo nem determina diretamente a sexualidade.

No Brasil, os estudos que abordam as relações de gênero acompanham os diferentes momentos dos movimentos feministas que tem como proposta equiparar os sexos no que diz respeito ao exercício dos direitos civis e políticos. A questão da igualdade ou da diferença  destaca-se como crucial  para os movimentos feministas e no debate  acadêmico estas questões assumem a forma de muitos trabalhos teóricos e pesquisas empíricas nas ciências sociais, especialmente na Sociologia, Antropologia e História. Ainda hoje, a  Geografia brasileira é muito tímida no que diz respeito a esta temática. cabe pontuar que, no Brasil, ainda há rejeição aos debates sobre essa temática, em virtude de uma sociedade ligada, em sua maioria, ao cristianismo, o qual afirma dogmas de cunho intolerante as diferenças identitárias, como os transgêneros, por exemplo. Por conseguinte, esses cidadãos veem-se excluídos socialmente, uma vez que não há muitas políticas públicas que ampare essa parcela da populaçãoAssim,  entender como o movimento percebe esta questão, seja nas perspectivas  racionalista, essencialista ou pluralista, dividem os debates teóricos e permitem analisar as práticas sociais destes movimentos,  seus objetivos e suas consequências espaciais.

E de onde veio a ideologia de gênero nas escolas?

Em 2014, durante a tramitação no Congresso Nacional do PNE (Plano Nacional de Educação), que dita as diretrizes e metas da educação para os próximos dez anos, foi colocado em pauta a questão de gênero que tratavam de igualdade, identidade de gênero, orientação sexual e sexualidade nas escolas. Na ocasião, as bancadas religiosas afirmaram que essas expressões valorizavam uma “ideologia de gênero”, corrente que deturparia os conceitos de homem e mulher, destruindo o modelo tradicional de família. Em outras palavras, a ideologia de gênero, para a bancada religiosa,  seria a a teoria de que a mídia e os professores iriam propagar a ideia de que o ser humano não nasce com sua sexualidade definida, ou seja, as meninas não poderiam ser femininas e os meninos não poderiam ser masculinos.  Para  definir a sexualidade,  a criança deveria experimentar todos os gêneros e sexualidades e somente, depois disso escolher sua orientação sexual.  Já o movimentos pró-direitos humanos e direitos LGBT consideram a inclusão do debate de gênero nas escolas fundamental para combater a discriminação e a violência física e psicológica de gênero contra lésbicas, gays, transexuais e mulheres e afirmam ser papel do Estado promover, através da educação, o respeito à diversidade.

Essa meta do PNE foi vetada pela maioria, mas ainda continua na câmara. Atualmente, muitas igrejas cristãs tem feito protesto contra, bem como o movimento pró-direitos humanos e LGBT tem feito a favor.

Espero ter conseguido explicar para vocês o que é gênero e como surgiu a ideologia de gênero, é um assunto polêmico na sociedade brasileira e que tem causado comoção por ambas as partes(contra e a favor). Eu, particularmente, acho muito complicado. Entendo as duas partes, mas o que eu gostaria mesmo é que todas as crianças pudessem aproveitar sua infância, sem dogmas, sem sofrer bullying, racismo e preconceito, que tivessem um ensino de qualidade e pensamento crítico que lhes proporcionassem um futuro promissor em todos âmbitos da sua vida. Enfim, seres humanos melhores e empáticos para com o outro. Mas, isso, no momento, é utopia¹.

 

1 Lugar ou estado ideal, de completa felicidade e harmonia entre os indivíduos.

Referência

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário Aurélio da Língua
Portuguesa. 2a ed. 18. Impressão. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

Gênero o que é isso?. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pcp/v15n1-3/02.pdf&gt;. \acesso em: 18.nov.2017

O que é a ideologia de gênero que foi banida do plano de educação afinal?

Os estudos de gênero no Brasil: algumas considerações. Disponível em: <http://www.ub.edu/geocrit/b3w-262.htm&gt; Acesso em: 18.nov.2017.

SCOTT, Joan. Gênero: uma Categoria Útil de Análise Histórica. Educação e
Realidade. 20 (2), p.71-99, 1995.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s