Top 10 piores síndromes do mundo: #09 Síndrome de estocolmo.

Oi gente, dando continuidade ao top 10 hoje vamos falar sobre…

Síndrome de estocolmo.

Quem nunca ouviu falar de alguém que foi agredido, abusado, estuprado e teria todos os motivos do mundo pra querer o agressor morto, mas ao invés disso a vítima passa a gostar do agressor(as vezes até casa)? Se você já ouviu algo do tipo, então ouviu falar sobre a síndrome de estocolmo, talvez só tenha nomeado de outra forma(descaração, coisa do diabo, maluco).

A sídrome de estocolmo é um estado inconsciente psicológico, onde  a pessoa que foi vítima de um crime como estupro, sequestro, agressão e etc., cria um vínculo com o agressor. O termo da síndrome ficou conhecido a partir de 1973 em que houve um assalto em Normalmstorg na agência do Kreditbanken em Estocolmo, capital da Suécia,  onde três mulheres e um homem foram reféns. O assalto durou seis dias e os reféns passaram a conviver com os dois assaltantes. Quando a polícia fez o seu plano tático para liberar os reféns, eles simplesmente não quiseram ajuda, chegando a usar o próprio corpo como escudo para os ladrões.  Alguns estudiosos afirmam que essa síndrome é um mecanismo de defesa, proteção física e psicológica do cérebro que é gerado pelo trauma e estresse da situação, se tornando uma forma de autopreservação, criando-se assim um laço afetivo e um vínculo ilusório como forma de fuga dos efeitos causados pela violência.

No entanto, essa síndrome não consta do DSM-V(Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais, 5ª edição) e por conta disso alguns especialistas acreditam ser um mito e não um mecanismo de defesa mental. Tornando um ponto negativo para um melhor tratamento e reconhecimento do problema.

Pergunta: em casos onde a mulher, mesmo sofrendo violência física continua com o agressor, pode ser a síndrome de estocolmo?

A questão da mulher que continua com o agressor muitas vezes é por questões sociais e culturais(nossa cultura é patriarcal). Muitas vezes a mulher continua com o agressor  por depender dele financeiramente e ter filhos(assunto para outro post). Pode acontecer a síndrome? sim, pode acontecer formação de vínculo entre a vítima e o agressor. Existem casos em que a vítima acredita merecer a punição, que ela fez algo para merecer a agressão e caso o agressor seja denunciado, por um parente ou vizinho, isso pode influenciar na aferição da responsabilidade penal do réu e na devida punição(porque, provavelmente ela vai testemunhar a favor ou querer tirar a denúncia).

Referências

A síndrome de estocolmo: consequências sociais e jurídicas. Disponível em:<https://repositorio.ucb.br/jspui/bitstream/123456789/8356/1/BrunaLarissaLobatoSilvaTCCGRADUACAO2014.pdf&gt; Acesso em: 25.set.2017

A violência contra a mulher e a síndrome de estocolmo: consequências de um relacionamento doentio. Disponível em:<http://santacruz.br/ojs/index.php/JICEX/article/view/1146/1627&gt; Acesso em: 25.set.2017

10 filmes sobre síndrome de estocolmo.

Top 10 piores síndromes do mundo: #1 Síndrome da Amnésia Duplicada

Top 10 piores síndromes do mundo: #2 Síndrome de Cotard

Top 10 piores síndromes do mundo: #3 Síndrome de Fregoli

Top 10 piores síndromes do mundo: #4 Síndrome de Capgras

Top 10 piores síndromes do mundo: #5 Síndrome de Jerusalém

Top 10 piores síndromes do mundo: #6 Síndrome de Stendhal

Top 10 piores síndromes do mundo: #7 Síndrome de Paris

Top 10 piores síndromes do mundo: #8 Síndrome de Diógenes

Top 10 piores síndromes do mundo: #10. Síndrome de Lima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s