Seriado: The Handmaid’s Tale

Oi gente, deveriam fazer uma frase “não julgue o seriado pela sinopse(ou pela foto oficial)”, quando essa série saiu eu li a sinopse e achei bem comum. Até que essa semana, um jornal local(moro em Salvador) divulgou em seu perfil do Facebook um resumo, em vídeo, sobre esse seriado. Eu gostei do que vi e ouvi e baixei a primeira temporada, com 10 episódios que duram em média 52 minutos, foi lançada esse ano. O seriado é baseado no livro “O conto da Aia” da autora Margareth Atwood, lançado em 1985 e também tem um filme chamado ” A decadência de uma espécie”.

Sinopse Adoro Cinema

Depois que um atentado terrorista ceifa a vida do Presidente dos Estados Unidos e de grande parte dos outros políticos eleitos, uma facção católica toma o poder com o intuito declarado de restaurar a paz. O grupo transforma o país na República de Gilead, instaurando um regime totalitário baseado nas leis do antigo testamento, retirando os direitos das minorias e das mulheres em especial. Em meio a isso tudo, Offred é uma “handmaid”, ou seja, uma mulher cujo único fim é procriar para manter os níveis demográficos da população. Na sua terceira atribuição, ela é entregue ao Comandante, um oficial de alto escalão do regime, e a relação sai dos rumos planejados pelo sistema.

Apesar da sinopse adiantar bastante a história, você só vai entendendo a cada episódio. Além do atentado, existe a infertilidade em muitas mulheres, que segundo eles foi uma praga de Deus por causa da poluição, pecado, anticoncepcionais, infanticídio e etc..

Os direitos das mulheres são tirados de forma sucessiva, primeiro congelaram as contas bancárias, depois demitiram todas as mulheres, em seguida elas foram proibidas de saírem sozinhas. Mas, não para por ai, todas as mulheres(que não conseguem fugir) são levadas a força pra essa república. Os maridos que se opõem são mortos e os que aceitam a facção são recrutados para trabalhar. As mulheres inférteis tem funções específicas, podem ser as esposas, marthas, salvadoras e etc.; as férteis são levadas para o centro vermelho, onde passam por vários tipos de treinamento para se tornar uma aia. Elas só podem usar vestido e casaco vermelho e um chapéu branco. Elas só podem ter relações com os comandantes da República Gilead. O seriado conta a história de June, que tem seu nome trocado por Offred. Ela tente fugir com o esposo e a filha, mas não conseguem. Por ser fértil, se torna aia, após o período de treinamento ela vai para a casa do comandante Waterford.

Vou falar um pouco sobre a cerimônia(para a procriação), foi uma das cenas mais toscas que já vi. Pra não contar tudo vou resumir dizendo que a esposa é obrigada a participar da relação sexual. Em um horário específico a aia vai para uma sala rezar, ela deve chegar primeiro. Depois entram os funcionários, a esposa e por último o comandante. O ritual basicamente consiste em ler o versículo: “vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã e disse a Jacó: ‘Dá-me filhos senão morro’. Coabita com ela, e Jacó a possuiu”. Genêsis 30. 1-4.

As aias moram na casa do comandante, tem um quarto. Sua função é ter um filho com ele. As cerimônias ocorrem uma vez ao mês, caso a aia não engravide logo e se não me engano são 2 tentativas para cada aia. Ela engravidando permanece com o bebê no período da amamentação e finalizado essa etapa ela é encaminhada para outra casa, tem um novo nome e assim sucessivamente. Elas são obrigadas a ter uma “linguagem” formal e também existem os “olhos” que são os vigias da república. Elas só saem para fazer compras e ao serem convocadas pelo centro vermelho, não podem ficar a sós com nenhum homem. As lésbicas são tratadas como o pior ser da face da terra são chamadas de influência corrompedora. Os olhos procuram incessantemente essas mulheres e quando acham elas podem ir para colônia ou casa de jezebel, locais terríveis.

Quando a sinopse diz que a relação sai do controle, é porque o comandante não segue muito as regras. A série termina com Offred grávida, porém não é do comandante. Gente, essa série é muito forte mas, também trás uma crítica pertinente. Te prende do início ao fim. É revoltante o que eles fazem com toda uma sociedade e principalmente com as mulheres usando a religião como base e escudo para alcançarem outras coisas. Mas, por incrível que pareça não é uma realidade muito distante para algumas mulheres em outros países.

Pra terminar, abaixo tem o trailer.

 

467823Women dressed as handmaids promoting the Hulu original series "The Handmaid's Tale" stand along a public street during the South by Southwest Music Film Interactive Festival 2017 in AustinFaithful

“Sob o olho dele”.

Continuar lendo

Anúncios

Por que algumas pessoas desenvolvem mais de uma personalidade?

Oi gente, estava observando que atualmente estão sendo feitos filmes e seriados(Bates Motel, Fragmentado, Maníaco, dentre outros) abordando saúde mental. Mas, nem todos deixam claro(nem sempre é o interesse deles) o que aconteceu na vida daquela pessoa que pode ter desencadeado um ou mais transtornos. Para quem não convive, estuda, vê esse tipo de coisa fica difícil entender, parece arte do demônio ou que a pessoa está pregando uma peça na gente e acabamos não associando as atitudes da pessoa a um problema mental e sim a vontade própria. O transtorno que mais vejo é o dissociativo de identidade então, vou falar um pouco sobre ele.

O transtorno dissociativo de identidade antigamente era chamado de transtorno de dupla personalidade(tdi) ou personalidade múltipla, mas mudou devido ao fato de que uma pessoa pode ter mais de duas, vale ressaltar que no diagnóstico não é a quantidade de personalidades que será levado em conta e sim a dissociação(desconexão)de certos aspectos da identidade da pessoa.  É um dos transtornos que me chamam muito atenção, pois nosso o cérebro, como forma de proteção, cria personalidades dentro da personalidade da pessoa, e cada personalidade é diferente podendo ser homem ou mulher, criança ou adulto, culto ou leigo e por ai vai. Não me entenda mal, o transtorno em si não é bom, mas a capacidade cerebral do ser humano é fascinante.

O transtorno dissociativo de identidade é de difícil diagnóstico devido a sintomatologia diversificada e a sua forte comorbidade*.  Sua característica principal é a existência, dentro do indivíduo, de duas ou mais personalidades distintas, cada qual dominante num momento específico.  O fator principal para o desencadeamento do transtorno é o trauma, decorrente de abusos físicos, sexuais, mentais e agressões. Nem sempre os filmes deixam claro que se trata desse transtorno e geralmente eles mostram indivíduos super agressivos, algo exagerado.  O tratamento é feito através de psicoterapia e medicação.

Achei esse vídeo bem curtinho explicando um pouco sobre o transtorno.

 

Espero ter conseguido explicar um pouco, existem muitas teorias para esse transtorno e vale a pena pesquisar. Abaixo coloquei alguns links que achei legal.

*Comorbidade –  duas ou mais doenças na mesma pessoa.

Continuar lendo

Livro: A garota do calendário(Janeiro)

Olá, quanto tempo. Estava focada em um concurso, mas fiz a prova na semana passada e estou de “férias” (por 7 dias) para começar a estudar para outro. Hoje irei falar do livro A Garota do calendário, Janeiro. Gente, eu só consegui ler esse(o primeiro). Quando comecei Fevereiro achei muito clichê.

Antes de começar, vou explicar para quem não conhece.

A garota do calendário conta a história de uma mulher que para pagar a dívida do seu pai decide ser acompanhante de luxo. A história dela é contada em cada mês do ano, ou seja, 12 livros. Acredito que cada um conte histórias de clientes diferentes. Mia, é convidada pela tia, Millie, para trabalhar na na Exquisite Acompanhantes de Luxo para poder pagar a dívida do pai, durante um ano ela seria acompanhante. Seu primeiro cliente fechou um contrato de 24 dias e seu nome é Weston Charles Channing III. Antes dela se encontrar com ele, como todo trabalho, a tia lhe entregou uma lista de regras:

1. Esteja sempre com a melhor aparência possível. Nunca deixe que o
cliente a veja desarrumada. Você deve estar sempre maquiada, com o
cabelo arrumado, unhas feitas e roupas perfeitamente passadas. O
cliente vai lhe fornecer umguarda-roupa à escolha dele. Suas medidas e
preferências foramenviadas aopersonal stylist dele.

2. Sorria constantemente. Nunca pareça estar brava, triste ou
emocionalmente instável. Os homens não contratam uma mulher para
lidar com seus problemas emocionais. Eles a contratam para que não
tenhamde fazer isso.

3. Não fale, amenos que falemcomvocê. Você vai estar lá para ser bonita
e encantadora quando for requisitada. Discuta com o cliente as
necessidades dele antes de qualquer evento social ou profissional, para
que vocês estejamde acordo a respeitode sua posição.

4. Esteja disponível o tempo todo. Se o cliente quiser apenas ficar em
casa, fique com ele. Seja respeitosa, mostre boas maneiras e se
mantenha atenta às orientações do cliente. Se ele desejar companhia,
oferecer umafago é aceitável. Sexonão é obrigatório.

5. Sexo com o cliente não está incluído no contrato. Se você optar por
oferecer companhia sexual, será uma escolha sua, e não
responsabilidade da Exquisite Acompanhantes de Luxo. Exigimos, no
entanto, que todas as nossas acompanhantes façam uso de algum método anticoncepcional que possa ser comprovado. Exames de sangue
poderão ser solicitados.

Pelo nome ela achou que seria algum playboy pretensioso, mas era um cara bonito, legal e rico. Ele informou que contratou uma dama de companhia, pois sua mãe tem eventos profissionais e pessoais nas semanas em que ele precisa comparecer e a função de Mia afastar as socialites e interesseiras que muitas vezes disputam a atenção de Wes, impedindo que ele interaja com as pessoas que precisa. Ela cumpre seu papel de dama de companhia e opta pela sexual também. Ele cria regras para Mia, como companhia sexual:

Regra número um: vamos fazer uma quantidade insana de sexo este mês.

Regra número dois: enquanto estivermos juntos, somos apenas eu e você(monogamia).

Regra número três: nós nunca vamos dormir na mesma cama.(Cristian Grey é você?)

Regra número quatro: nunca se apaixonar.

Regra 3 e 4 foram quebradas com sucesso(haha), Wes acaba se apegando a Mia e tenta convencê-la a ficar, ele pagaria a dívida do pai dela, mas ela não aceita, seu contrato com ele termina e seu próximo cliente é um artista, Alec Dubois, e a história é contada no livro de Fevereiro. Vou tentar ler Dezembro para ver como termina essa história, mas acredito que ela consiga pagar a dívida e continue na profissão.

download