Filme: O círculo

Oi guys, assisti recentemente o filme O Círculo e irei comentar um pouco, acredito que ainda esteja em cartaz no cinema.O filme é uma adaptação do livro de mesmo nome do autor Dave Eggers.

O círculo é uma das maiores empresas do planeta responsável por conectar as pessoas ao mundo através da internet e com isso ter acesso a vida privada dos seus clientes. O objetivo da empresa é que ninguém tenha vida privada, ou melhor, que tudo seja compartilhado e com isso o ser humano poderá ser melhor e usar todo o seu potencial(segundo eles). Com o compartilhamento eles poderão curar doenças, acabar com a fome, prevenir acidentes, suicídios, dentre outras coisas. Em resumo, não haverá nada que um humano não tenha acesso.

SINOPSE da Adoro Cinema

The Circle é uma das empresas mais poderosas do planeta. Atuando no ramo da Internet, é responsável por conectar os e-mails dos usuários com suas atividades diárias, suas compras e outros detalhes de suas vidas privadas. Ao ser contratada, Mae Holland (Emma Watson) fica muito empolgada com possibilidade de estar perto das pessoas mais poderosas do mundo, mas logo ela percebe que seu papel lá dentro é muito diferente do que imaginava.

A personagem principal é a Mae, Ema Wattson, que consegue uma vaga para trabalhar no Círculo. Inicialmente sua vaga é como se fosse um telemarketing evoluído, ela verifica a satisfação dos usuários do círculo e quanto mais votos positivos ela recebe pelo seu atendimento, ela se torna popular entre os colegas de trabalho. Sua vida muda quando ela quase morre em alto mar, porém graças a uma câmera do círculo, ela consegue ser salva. Então, o diretor da empresa propõe um teste, onde ela estará online 24h por dia(tirando 3 minutos para ir ao banheiro). Os problemas começam quando ela percebe que o objetivo do círculo não é ter seres humanos melhores e sim ter controle no que as pessoas fazem, em como elas vivem, educam seus filhos, se relacionam, fazem compras e etc.. ninguém pode se esconder, ninguém poderá ter aqueles 10 minutos de auto reflexão. Só tem um problema, todos devem ter suas vidas pública, menos o diretor e o vice diretor do círculo, quando Mae descobre essa informação, seus conceitos sobre a empresa mudam.

Acredito que o filme trás o grande questionamento dos tempos atuais, a exposição pública. Onde algumas pessoas estão conectadas todo tempo, mostrando suas vidas e outras nem tem redes sociais. Até que ponto o compartilhamento de informações e a privacidade podem ser bom ou ruim para a sociedade? Uma das crenças do diretor do círculo é que se a pessoa está sendo vista por um público ela vai mudar seu comportamento. Por exemplo, se o cara comete furtos por não estar sendo visto, se ele for filmado vai se sentir coagido a cometer o crime. O filme também fala sobre a questão das pessoas que se afastam, aquela amizade do tempo de infância que se perdeu ao longo do tempo, ou aquela pessoa que cometeu um crime contra a vida e conseguiu escapar. O círculo não iria permitir que amizades se perdessem e que fugitivos continuassem a solta. Eles trazem até a questão do voto, que nos EUA não é obrigatório, que seria obrigatório com o círculo.

O filme deixa a semente da dúvida, eu vi dessa forma. Eu sou muito privada e não vejo muitos benefícios na exposição do sujeito, se ele quer contribuir socialmente, faça boa ações, artigos, pesquisas e descobertas que beneficiem a sociedade como um todo. Essa é a minha opinião.

154840

Anúncios